quinta-feira, 28 de abril de 2011

ALDEIA DO CADAFAZ

De – A vila de Gavião e a sua Antiguidade, por António Moutinho Rúbio – inserto em O Distrito de Portalegre, de 10 de Setembro de 1969, o Cadafaz está lá contido e é falado.

“Acerca de 3,5 Km a noroeste da vila de Gavião, de cuja freguesia faz parte, etimologicamente parece ser de origem árabe.
Com efeito, nesta palavra encontram-se dois elementos de nítida origem moura. Significa horta ou quinta do CADI. Efectivamente, no tempo da dominação muçulmana – sempre foram cerca de 400 anos! –  um dos dignatários da organização administrativa era o CADI. Geralmente este CADI superintendia no Civil e no Religioso, por vezes. A ser exacta a nossa hipótese, havendo um CADI em Gavião (com outro nome evidentemente) a povoação então aqui existente Seia importante sob o ponto de vista administrativo.
Há, porém, duas hipóteses, ainda que é nosso dever considerar também: uma muito remota, outra quase moderna.
Quanto à primeira, CADAFÁS poderá ter sido o local onde os romanos procediam à execução dos condenados.
Isto, claro, partindo do princípio de que, etimologicamente, CADAFÁS teria vindo do vocábulo latino Cadafalsu ou Catafalsu.
Quanto à segunda, teriam sido colonos provenientes de outra CADAFÁS, CADAFÁZ ou CADAFAIS (sabe-se que existem outras povoações com o mesmo topónimo) e que, à semelhança do que alguns fizeram quanto a ribeiras e montes, aqueles trouxeram consigo a sua própria povoação de origem, transferindo-a para terras ao sul do Tejo.
Inclinamo-nos, todavia, mais para a primeira, isto é, à de origem moura, por razões que oportunamente abordaremos”.

Mas certamente "que oportunamente abordaremos". Que certamente que pode esconder tudo lá no mais seu cofre sagrado. Na mais pura calma a informação escondida pelo edil da camarária e organização socialista que governa este povo ao longo destes anos todos, a pode esconder, com o seu tempo ela verá a luz do dia. O blog sabe esperar. A outra, toda a cultura de um povo e sua etnografia, muito tempo já fez, ela se afogou no mar alto...