quinta-feira, 21 de abril de 2011

NO RASTO DA FEIRA

Se está discutindo meu povo se a Feira no Concelho do Gavião deve ser feita todos os anos, ou ano sim ou ano não.

O blog  confessa que não conhece bem o clima da Feira Medieval  na  terra de Belver. A de Gastronomia no Gavião, o blog pensa que está entre as melhores na zona envolvente com a ave de rapina e se recomemenda, embora não fosse ainda capaz de criar um conceito novo na zona e ser um diferencial.

Mas mais do que se saber, se a mesma deve ser feita  na terra do Gavião ou na vila nobre de Belver, é apenas saber a razão dos cortes impostos pelo Ministro das Finanças e a razão do edil - se diga da mesma cor - ter que ser obrigado a fazer cortes no lazer local e acabar com certas tradições por causa de uma má governação no tocante ao uso dos dinheiros públicos.

Mas mais do que se saber se a mesma deve ser feita todos os anos ou ano sim na terra do Gavião ou na cosmopolita Belver é saber quando é que se faz qualquer coisa em ponto pequeno e parecido na campina da Comenda.

Não se pode focar e tocar na Atalaia por a mesma seguir uma morte anunciada como freguesia ou assim os seus cem habitantes se os tiver.

Mas falamos na Margem ou na terra de Vale de Gaviões. O blog ficou muita contente com o nome que os criativos da edilidade do Gavião lhe deram "Maratona do Feijão Frade".

Se é Sol de pouca dura, isso o blog não vai julgar.

O que é certo é que o poder político já lá fez qualquer coisa.

No tocante à campina da Comenda o blog diz que continua a ser zero e lhe foi prometido que em Setembro se faria qualquer coisa e vai a fazer dois anos e até agora nada...